segunda-feira, 25 de maio de 2015

Secretário municipal de agricultura participa de programa radiofônico para prestar contas à população sobre os serviços realizados no setor

Manter um diálogo aberto com a população e debater os principais problemas detectados na busca de soluções viáveis para a sociedade em geral é o objetivo do secretário municipal de agricultura do município de Cacimbas, no interior da Paraíba, o senhor Edílson Silva Nascimento, por isso o mesmo vem promovendo reuniões de capacitações junto aos agricultores e produtores rurais.

Os serviços e ações fazem parte da dinâmica adotada pelo setor agrícola do município em parceria com a prefeitura local, governo estadual e governo federal. Edilson anunciou os vários programas existentes que estão disponíveis ao homem do campo. No último sábado (23), durante entrevista realizada pelo programa institucional da prefeitura, o Cidade em Ação, Edilson prestou contas aos cidadãos e esclareceu possíveis dúvidas dos ouvintes que interagiram por meio de ligações telefônicas, mensagens e  outros recursos.

Na ocasião, o secretario tratou de diversos assuntos de interesse social, sendo: programa do garantia safra; campanhas de vacinação contra febre aftosa e raiva animal, abastecimento de água na zona rural através do exercito; resultados do programa cidadania popular, orçamento democrático participativo, cadastramento das propriedades rural, dentre outros.

O Garantia Safra, sendo um programa federal, é apoiado pela prefeitura quando ocorre a perca de mais de 50% das lavouras. Edilson explicou os critérios e as etapas do programa para o município ser contemplado. O prefeito já fez a adesão do programa em João Pessoa, a segunda etapa se trata das inscrições que também já foram realizadas pela equipe da agricultura, a terceira e última etapa é através da geração dos boletos que já foram feitos mediante o pagamento dos mesmos.

“A prefeitura já começou a pagar os boletos no aporte de aproximadamente 29 mil reais, essa é a contrapartida da prefeitura para o programa, a EMATER entrevistará cerca de 40 agricultores aleatórios dos mais de 600 inscritos para serem avaliados e comprovados as perca das lavouras, sendo assim o governo poderá liberar os recursos financeiros, sendo cinco parcelas de R$ 170,00 totalizando R$ 850 reais”, explicou o secretario.

Outro ponto debatido no Cidade em Ação, foi a avaliação positiva da campanha de vacinação contra a febre aftosa e a raiva animal, o secretario destacou a importância das equipes trabalharem de modo integrada e lembrou da necessidade dos criadores vacinarem os rebanhos evitando as penalidades vigente em lei.

Saibam mais sobre abastecimento de água na zona rural de Cacimbas, através da operação pipa

Cacimbas conseguiu a “Operação Pipa”, aonde chega à cidade por meio de uma grande batalha traçada pelo prefeito Léo que foi em busca desse programa em Brasília e de sua equipe de governo, com destaque para a secretaria de agricultura, que providenciou toda a documentação, realizou as mobilizações e enviou a Defesa Civil, toda sociedade se sensibilizou aos problemas e se organizaram, hoje são pelo menos 40 pontos abastecidos no município.

“Se não fosse esse programa, teríamos muita dificuldade em abastecer nossa população, sobretudo na zona rural, a prefeitura instalou um escritório para o programa na Casa do agricultor em São Sebastião, onde foi posto um coordenador para dirigir a operação e orientar a população nesse abastecimento, também melhorou os acessos e os reservatórios”, disse Edilson.

Pensando na grande demanda e na falta de informações, a secretaria de agricultura por meio da prefeitura desenvolveu em 2014, o Programa Cidadania Popular, que teve sua última edição no sítio Aracatí, onde futuramente será realizado nas outras regiões que ainda não foram visitadas pelas equipes, para poder dar subsídios as demais comunidades.

Algumas ações ofertadas nesses setores: emissão de documentos como: CPF, RG, carteira de trabalho, serviço social, saúde bucal, médico do município, doação de roupas e calçados, serviços de beleza e estética, cadastramentos de propriedades e famílias em novos programas, etc.
Prefeitura Municipal de Cacimbas com um novo tempo: Administração Prefeito Léo Terto. SECOM/PMC.

sábado, 23 de maio de 2015

Prejuízos: Seca reduziu em 36% rebanhos da Paraíba, nos últimos três anos

O presidente da Federação da Agricultura e Pecuária da Paraíba (Faepa), Mário Borba, revelou, na noite desta sexta-feira (22), que o rebanho estadual foi reduzido em 36% nos últimos três anos, por conta das sucessivas estiagens. 

Borba contou ainda que, desde 2012, pecuaristas vêm se desafazendo dos seus animais ou tentando cria-los em outras regiões do país, especialmente Norte e Centro Oeste. Reeleito nesta sexta para mais três anos à frente da Faepa, Borba explicou que os produtores que ainda têm condições financeiras estão sustentando seus animais com carros-pipas. 

A situação se agrava ainda mais por conta da crise financeira que atravessa o país. “O produtor tem que comprar produtos inflacionados e não consegue repassar o preço na venda do rebanho. Desesperado, ele vem se desfazendo dos animais com grandes prejuízos”, afirmou.

Ele culpou a falta de interesse do Governo Federal em ajudar o Nordeste como uma das situações que tem prejudicado os produtores, Lembrou que em 2012, por exemplo, a saca de milho subsidiado era repassada ao agricultor familiar por R$ 14,00; e para o produtor de porte médio por R$ 22,00. “Este ano o Governo sequer fala em subsidiar o milho ou outro grão. Está na hora do produtor agir”, cobrou.

Mário Borba disse que outra situação que preocupa os criadores do interior é a falta de segurança na zona rural. “Os bandidos chegam de caminhão, em plena madrugada, invadem as fazendas e os sítios, colocam os donos das terras sob mira de armas e roubam todo rebanho. Isso aconteceu em Sousa, no Sertão, onde levaram 40 reses de uma só vez de um só produtor”, frisou. “Em São Mamede, na região de Patos, foram 15 reses”.

Segundo o presidente da Faepa, nos últimos três há uma queda seguida no número de animais no rebanho paraibano. “Tem produtor que chegou a perder 500 cabeças de gado, por conta da estiagem”, conta. 
Mário Borba queixou-se também que o Conselho da SUDENE não fez uma reunião sequer há 14 meses, para discutir a situação dos estados e municípios do Nordeste. Da mesma forma, o Conselho do Instituto do Semiárido (Insa) há três anos não se reúne.

“A Confederação Nacional da Agricultura e Pecuária (CNA), da qual sou vice-presidente, acompanha por conta própria mais de dois mil projetos em tramitação no Congresso Nacional, que tem interesse direto ou indireto com o nosso setor. A Sudene e o Insa estão completamente parados”, disse.

Apesar de acreditar na conclusão da transposição do São Francisco, Mário Borba classificou de “obra para cada quatro anos”, numa referência aos avanços obtidos em épocas pré-eleitorais. Ele citou casos onde o projeto parou. As bombas elevatórias para o canal chegar até Monteiro, no Cariri paraibano, não foram adquiridas até agora e as linhas de transmissão do Nordeste não comportam o consumo que a transposição exigirá. A Faepa teme que com os cortes no orçamento da União, de R$ 69,9 bilhões, anunciados nesta sexta, a obra pare de vez.

Em entrevista ao jornalista Hermes de Luna, que apresenta o ’27 Segundos’ de terça à sexta-feira, sempre às 21h na RCTV (canal 27 da Net digital), o presidente da Faepa defendeu a construção da Transnordestina, lembrando que só com um trem se transportariam o equivalente a 136 carretas de uma só vez, economizando-se em frete.

FONTE: VITRINE DO CARIRI

Campanha de vacinação contra gripe é prorrogada até junho em toda a PB

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) prorrogou até 5 de junho a Campanha de Vacinação Contra a Gripe, que terminaria nesta sexta-feira (22), para promover um alcance maior do público-alvo em toda a Paraíba. A meta é vacinar pelo menos 80% do público alvo que corresponde a um total de 850.986 pessoas.

Tem direito a vacinação: crianças de com idades entre seis meses e cinco anos; gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), trabalhadores da saúde; indígena; idosos com mais de 60 anos, detentos, funcionários do sistema prisional; portadores de doenças crônicas, a exemplo de hipertensos, diabéticos, cardíacos e pessoas com problemas respiratórios.

Até o início da tarde desta sexta-feira (22), 48,33%, que equivalem a 411.253 pessoas foram imunizadas nos postos de vacinação em toda a Paraíba. Entre o público-alvo da campanha, as puérperas representam o grupo prioritário com maior número de pessoas vacinadas, representando 63,08%. Em segundo lugar, ficam as gestantes, que são 50,47%. Em seguida, aparecem os trabalhadores da saúde: 50,16%.

Até o momento, 49,61% das crianças de seis meses a menores de cinco anos foram vacinadas. Na população indígena, o alcance da campanha é de 47,05%. E entre os idosos chega aos 46,92%. “Estamos seguindo a orientação do Ministério da Saúde para todos os Estados do País. Ainda não atingimos a meta, mas está semelhante ao que acontece todos os anos, já que, geralmente, a campanha é prorrogada e, possivelmente, passaremos dos 80% durante este novo prazo”, disse a chefe do Núcleo Imunização, da SES, Isiane Queiroga.

Na Paraíba, 36 municípios conseguiram atingir a meta: Conde, Alagoinha, Borborema, Logradouro, Sertãozinho, Boqueirão, Caturité, Fagundes, Olivedos, Santa Cecília, Santo André, São Domingos do Cariri, Tenório, Amparo, Camalaú, Congo, Ouro Velho, São Sebastião do Umbuzeiro, Zabelê, Desterro, Emas, Teixeira, Boa Ventura, Diamante, Ibiara, Santa Inês, São José de Caiana, Mato Grosso, Poço de José de Moura, Santarém, Cajazeirinhas, Paulista, Pombal, Vieirópolis, Água Branca e São José de Princesa.

Os municípios deverão reforçar a campanha e o chamamento da população para se prevenir e evitar as consequências da gripe. “A vacina é de fundamental importância para prevenir as complicações que a gripe trás, como o risco de pneumonia e outras síndromes respiratórias, diminuir as hospitalizações e o número de óbitos decorrentes da doença”, reforça Isiane. A vacina está sendo oferecida em 1.042 postos fixos em 740 postos volantes, das 8h às 17h. São mais de seis mil profissionais de saúde envolvidos na campanha.


FONTE: VITRINE DO CARIRI

sexta-feira, 22 de maio de 2015

Audiência Pública reúne educadores e membros da sociedade cacimbense para apresentação do Plano Municipal de Educação- PME

Aconteceu na tarde desta sexta feira 22/05, na Escola Municipal Tertulino Cunha em Cacimbas interior paraibano, a 1ª Audiência Pública para apresentação do Plano Municipal de Educação PME 2014-2024. O planejamento que valeu como dia letivo contou com uma pauta consistente, onde teve exibição de vídeos motivacionais de reflexão e depoimentos de especialistas. O documento contém as principais metas e estratégias educacionais para os próximos dez anos.

Participou do evento, o Prefeito Léo Terto, o secretário de educação José Diraldo Gomes, o Subsecretário José Leônidas, a secretária de saúde Geiza da Cunha Alves, o secretário de agricultura Edilson Nascimento, o Secretário de cultura Geraldo Alves, o vereador José Cariolanda, vereador Antônio Márcio, o secretário de planejamento João B. de Queiroz, o ex-prefeito Geraldo Paulino, a coordenadora Rivoneide Gonçalo, o supervisor Arenilson Moura, diretoras escolares, vários professores e demais funcionários.

O encontro foi avaliado pelos presentes, como essencial para a fomentação dos debates educacionais. Na ocasião, foi apresentada a equipe técnica e a comissão responsável pelas ações, os trabalhos tem prazo para serem concluídos e encaminhados à Câmara de Vereadores para se tornar Lei até 24 de junho do ano em curso.

Alguns grupos tiveram a oportunidade de apresentar suas produções e pediram sugestões dos pares, a fim de tornar o plano cada vez mais dinâmico e participativo de acordo com a realidade local, por cada modalidade de ensino. O Prefeito ouviu as propostas atentamente e se dispôs participar de mais eventos na tentativa de atender aquilo que for viável para o município.

“Muitos avanços já aconteceram em nosso município, graças à boa vontade dos gestores, um exemplo é em relação às comunidades quilombolas de Chã, Aracatí e Serra Feia, que conquistaram recentemente o feriado no dia 20 de novembro, precisamos de mais investimentos e conquistas, lei não se discute, se cumpre”, ressaltou o diretor escolar Vamberto Ferreira.

Juliana Gonçalves, explicou toda a estrutura do Plano e relatou às fases que as equipes devem seguir de acordo com determinação do MEC. A educadora também falou dos resultados já alcançados por meio dos seminários e destacou o compromisso dos responsáveis para conclusão dos trabalhos em tempo hábil.

“A dedicação dos responsáveis tem feito toda diferença na elaboração e esclarecimentos das propostas, isso tem evitado gastos desnecessários e consequentemente tem dispensado a contratação de consultorias que desconhecem a nossa realidade. Já explicamos a diferença entre PME e PCCR, onde o primeiro contempla o segundo”, destacou ela.

O secretário de Educação, José Diraldo agradeceu a participação das autoridades, principalmente dos professores e lembrou-se daqueles que estão empenhados na elaboração do PME. Ele refletiu sobre a importância do papel dos educadores na transformação de uma nação e foi enfático na divulgação das ações educativas no sentido de aperfeiçoar os serviços.

“Ninguém é perfeito, se erramos é na tentativa de acertar, estou secretário de educação, a gestão do prefeito dura no máximo oito anos, mas a função de professor que é um sacerdócio é para sempre, a valorização que todos defendemos é em todos os âmbitos, não apenas na questão financeira. Quanto aos valores retroativos de janeiro, o Prefeito Léo, já comunicou que vai repassar neste próximo pagamento”, informou.

Por último, o secretário confessou que mobilizou toda a sociedade cacimbense e os poderes constituídos para participarem dos encontros, porem, algumas representatividades recusaram os convites preferindo ficar de fora dos debates. Mais uma vez deixou de comparecer os vereadores: Cícero Bernardo Cesar, Pedro Martins, o secretário de ação social Antônio Marcos, Taciana Martins.

As demais participações vocês conferem no programa Cidade em Ação deste sábado dia 23 a partir do meio dia na rádio local: www.104fm.amaisouvida.com.br. Nas próximas publicações divulgaremos as modalidades de ensino com seus respectivos representantes. Prefeitura Municipal de Cacimbas com um novo tempo: Administração Prefeito Léo Terto. 

                                                                                        
                                                                                              SECOM/PMC.

quinta-feira, 21 de maio de 2015

População do Distrito de Cacimbas se sente insegura e com medo da violência

Uma terra de muitos conflitos e medo é assim que, muitos moradores consideram o Distrito de São Sebastião de Cacimbas, que fica localizado na Serra do Teixeira, a pouco mais de 300 km de distância da capital João Pessoa. A insegurança no local põe em risco a integridade física e a vida de populares, visitantes e comerciantes.

As queixas são frequentes, quanto às desordens e o terror provocado por grupos de desordeiros. Segundo um morador que preferiu o anonimato, é fácil perceber os perigos que a sociedade de bem se expõem ao tentar visitar um parente, ir à igreja, sair para resolver algum negócio ou até se juntar com amigos para conversar nas calçadas, conforme os costumes do interior.

“É uma disputa desnecessária de sons altos de modos ensurdecedores, brigas constantes, arrombamentos de residências, lojas, comércios, roubos, usos de drogas, agressões físicas, estupros. Ninguém está livre, mas pessoas já foram esfaqueadas em praça pública, outras mortas a tiros e ficou por isso mesmo, a impunidade se instalou nesse lugar e as pessoas de bem ficam reféns do medo”, desabafou ele.

A Prefeitura de Cacimbas dava suportes para que policiais militares fizesse a cobertura do Distrito, eles realizavam rondas rotineiras, a fim de inibir algumas práticas criminosas e consequentemente garantiam a sensação de tranquilidade dos moradores, porém, nos últimos meses, esse procedimento deixou de acontecer, o que tem sido favorável a bandidagem, relatou.

Segundo este mesmo cidadão, o destacamento da 2ª Cia de Polícia de Teixeira, é quem dar suporte a população de forma esporádica, o que tem sido insuficiente para coibir os atos violentos na localidade. Moradores do Distrito estão se organizando para cobrar providências do governo do estado, para que ele instale uma Delegacia de Polícia no setor.

O último caso aconteceu por volta das 23 horas da noite desta quarta feira 20/05, quando elementos armados invadiram três residências e fizeram um verdadeiro arrastão, causando medo aos moradores. Na ação, os elementos subtraíram diversos objetos considerados de valor, incluindo aparelhos eletroeletrônicos.

A Polícia foi acionada e conseguiu prender uma mulher suspeita de ter participado do crime. Acredita-se que o roubo foi apenas uma estratégia utilizada pelos bandidos para despistar as autoridades, há quem diga que o crime foi encomendado e a intensão dos criminosos era tirar a vida de uma das vítimas, que terá o nome preservado por questão de segurança. A Polícia já dispõe de alguns nomes que estão sendo investigados.

Nesta mesma noite, um homem ainda não identificado teria atacado uma jovem e só não a estuprou por que um líder religioso percebeu a agressão e conseguiu impedir a consumação do ato de abuso sexual.

Redação com populares

Paraíba: Entra em vigor lei que proíbe a venda de refrigerantes em escolas

Entrou em vigor nesta quinta-feira (21) a lei que proíbe à venda de refrigerantes nas cantinas das escolas públicas e privadas da Paraíba. O colégio que descumprir a nova regra poderá ser multado com valores que variam de R$ 20 mil a R$ 40 mil e ter a lanchonete fechada.

A lei nº 10.431, de autoria do deputado estadual Caio Roberto, foi publica no Diário Oficial do Estado no dia 21 de janeiro deste ano e sua vigência ficou estabelecida para quatro meses após a publicação, período dado para as escolas se adequarem a nova regra.

Caio Roberto justificou que a bebida tem baixo teor nutricional para as crianças. Para ele, que aboliu os refrigerantes de seu cardápio e é um adepto de academias, essas bebidas "têm apenas intuito comercial e podem causar inchaços, dor de cabeça e até câncer". O deputado frisou que em diversos países já é proibida a venda de refrigerantes.

Em João Pessoa, o Procon da Capital será responsável pela fiscalização nas instituições da cidade. A Secretaria de Educação do Estado informou que todas as escolas da rede estadual de ensino foram orientadas a proibir a venda de refrigerantes. As escolas que não cumprirem a lei vão estar sujeitas às punições previstas na legislação.

Portal Correio

quarta-feira, 20 de maio de 2015

Menos de 30% da população alvo é vacinada contra gripe na PB, Saúde faz alerta

A Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe 2015 teve início no dia 4 de maio e vai até dia 22. De acordo com o Núcleo de Imunização da Secretaria Estadual de Saúde (SES), até esta terça (19), 275.585 pessoas foram vacinadas contra a gripe na Paraíba, ou seja, apenas 29,34% das 939.009 pessoas que estão no alvo da campanha.

O objetivo é imunizar 80% das pessoas que fazem parte da população de crianças de seis meses a menores de cinco anos; gestantes (em qualquer período gestacional; puérperas (até 45 dias após o parto); trabalhadores de saúde; população indígena; idosos (a partir dos 60 anos); população privada de liberdade e funcionários do sistema prisional; portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais, a exemplo de hipertensão, diabetes, doenças cardíacas e respiratórias.

O público-alvo deverá levar o cartão de vacinação. “Vacina não falta. Por isso, a gente pede que os Municípios façam o trabalho de busca ativa das pessoas que ainda não foram vacinadas e que elas procurem a unidade de saúde mais próxima até sexta-feira (22) para se imunizar contra a gripe”, disse a chefe do Núcleo de Imunização da Secretaria, Isiane Queiroga.

Até a manhã desta terça-feira (19), a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) havia imunizado 40 mil pessoas na Campanha de Vacinação contra a gripe. Este número representa pouco mais de 25% da meta, que é imunizar 155 mil pessoas. Dados do Ministério da Saúde (MS) apontam que a vacinação está abaixo da meta em todo o Brasil. Até o último levantamento publicado, apenas 23,81% do público alvo na região Nordeste havia sido imunizado. No entanto, o MS ainda não sinalizou que a campanha será prorrogada.

saibam mais sobre as contraindicações e as categorias de risco clínico

A vacina da gripe é contraindicada apenas para pessoas com história de reação anafilática prévia em doses anteriores, bem como a qualquer componente da vacina ou alergia grave relacionada a ovo de galinha e seus derivados. Confira abaixo a relação das doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais que compõem o público alvo da campanha, de acordo com o Ministério da Saúde. É importante ressalta que para ser imunizada, a pessoa, que se enquadrar em alguma destas categorias, deve apresentar receita médica.


FONTE: VITRINE DO CARIRI

terça-feira, 19 de maio de 2015

Governador da Paraíba: RC suspende gastos com eventos culturais no Estado

O governador da Paraíba, Ricardo Coutinho (PSB), suspendeu o uso de dinheiro público no financiamento de festas e eventos culturais por 60 dias. A decisão foi publicada na edição desta terça-feira (19) no Diário Oficial do Estado.

Com o decreto assinado pelo gestor, fica confirmado que o Estado não destinará verba em apoio às festas juninas, tão tradicionais na Paraíba e demais estados do Nordeste. Ficam sem patrocínio, inclusive, as comemorações em Campina Grande, que faz “O maior São João do Mundo”.

“Ficam suspensas, pelo prazo de 60 dias, a contar da publicação deste decreto, as despesas públicas para quaisquer beneficiários com finalidade de patrocínio e de apoio à realização de festividades, eventos culturais, solenidades, confraternizações, festas, enfeites, presentes e outras situações similares, ressalvados os casos relacionados às ações governamentais. As disposições contidas neste artigo não se aplicam aos serviços públicos essenciais das áreas de saúde, segurança e educação, desde que a prática de tais atos esteja condicionada à existência de disponibilidade orçamentária e financeira”, diz o decreto.

No início do mês, o Tribunal de Contas do Estado (TCE) recomendou que os 223 municípios da Paraíba evitassem gastos excessivos com festas juninas. No ofício encaminhado aos municípios, o TCE-PB diz que a realização de eventos custeados com recursos públicos somente é justificável nas hipóteses de tradição cultural, de incremento de receita decorrentes de atividades turísticas ou de interesse público relevante.

O documento afirma que a contratação de bandas, grupos musicais, profissionais ou empresas do setor artístico, devem obedecer a uma série de determinações e instruções normativas, além dos gestores serem obrigados a apresentar todos os documentos que comprovem as despesas realizadas.


Fonte: Portal Correio

Tribunal de Contas do Estado alerta prefeitos sobre gastos com festas juninas

Uma tradição da região Nordeste, as festas de São João e São Pedro devem acontecer em alguns municípios paraibanos mesmo com as dificuldades financeiras e as crises hídricas enfrentadas pelas prefeituras. 

Atentos à recomendação do Tribunal de Contas do Estado (TCE-PB) para evitar ao máximo, gastos de verbas públicas, gestores chegaram a diminuir dias de festa, outros optaram por contratar bandas locais mais baratas e alguns preferem nem realizar os festejos juninos deste ano.

Uma resolução expedida pelo TCE-PB, alerta os gestores sobre contratação de grupos musicais, profissionais ou empresas do setor artístico. O propósito segundo o conselheiro Nominando Diniz é evitar em qualquer época, a sangria dos cofres públicos. De modo geral, a norma estabelece que os contratos sejam feitos mediante licitação, o que pode incluir serviços de iluminação, sonorização e montagem de palcos.

O descumprimento de qualquer dispositivo legal vigente na resolução do Tribunal de Contas, bem como, a não observância do princípio constitucional da razoabilidade, no que tange ao valor do contrato quando comparado com outras despesas, tais como saúde, educação, ação social ou infraestrutura, poderão ensejar a imputação de multa ao ordenador de despesas ou determinação de ressarcimento ao erário.


FONTE: VITRINE DO CARIRI/ IMAGEM ILUSTRATIVA

sábado, 16 de maio de 2015

Profissionais da Educação realiza festa para as mães no Distrito de São Sebastião



Profissionais da educação que fazem parte da escola municipal Vereador Manoel de Almeida no Distrito de São Sebastião de Cacimbas celebra festa em alusão ao dia das Mães.

O evento que contou com um bom público, foi realizado com muito sucesso nesta sexta feira 15 de maio com uma programação diversificada, a fim de atender todos os gostos das homenageadas.

A abertura da festa começou no período da tarde, com diversos serviços de beleza e estética para as mães da escola, onde estas contaram com serviços de maquiagens, manicure, pedicure, escovação e tratamentos para cabelos. As ações continuaram até a noite, onde muitas mulheres foram homenageadas com inúmeras apresentações organizadas pelas professoras e demais funcionários da referida instituição.

Foi realizado bingo, distribuição de brindes, sorteios de vários prêmios, apresentações dos alunos e as atrações musicais com o Cantor Gospel Samuel Fernandes e o Grupo Aliança de Teixeira que selaram as comemorações com suas atuações. O secretário e o subsecretário de educação José Diraldo Gomes e José Leônidas, respectivamente, estiveram presentes para prestigiar a organização da festa das mães que estava impecável, desde a organização até os mínimos detalhes do recinto.

A coordenação da festa ficou sob a responsabilidade do Diretor Vamberto Ferreira e da professora Inês Soares com a colaboração dos demais parceiros de trabalho dos turnos manhã e tarde daquele educandário.

Inês emocionou a todos os presentes, quando testemunhou uma possível cura de um problema de saúde que havia lhe acometido. Para a educadora, todo esforço da equipe valeu apena e relatou:

“Celebrar a festa das mães nesta data tão especial é um privilégio, principalmente pra mim, que no dia anterior fiquei muito preocupada com os resultados dos exames de mamografia, para minha surpresa, os nódulos eram benignos, é um verdadeiro milagre divino que temos que comemorar”, confessou ela.

Por fim, foi servido um jantar para as participantes. Além das mães, os professores, pessoal da cantina, funcionários da limpeza, porteiros, apoiadores, decoradores e demais parceiros, foram parabenizados pela organização e realização do evento que vem crescendo a cada ano. 
 
 
 
 
 
 
 
 
 


                                                                                                   SECOM/PMC.

segunda-feira, 11 de maio de 2015

Prefeito e secretários participam de reunião com moradores de Lagoa do Campo, Monteiro e região



Membros da associação comunitária dos sítios: Lagoa do Campo, Monteiro, Riacho de Areia, Gavião e demais localidades do entorno, se mobilizaram na manhã do último sábado 09/05, no salão comunitário de Lagoa do Campo de Cacimbas, interior paraibano, para debater vários assuntos de interesses dos moradores da região representada.

Dentre as principais reivindicações estavam: abastecimento de água nas localidades, coleta, reciclagem e destino adequado dos resíduos sólidos, melhorias nos serviços básicos de saúde, estruturação dos transportes e capacitação dos motoristas, maiores desempenhos e parcerias das equipes de profissionais, melhoramento nas estradas, mais intercâmbios e políticas públicas de inclusão e ocupação para os jovens.

A líder comunitária e também agente de saúde, Maria do Céu, articulou e mobilizou os associados e demais autoridades municipais. Participaram do evento: o Prefeito Léo Terto, o ex-prefeito Geraldo Paulino, os secretários dos transportes Rogério Ferreira e Edjam Lima, o vereador José Pereira (Léla), o ex-vereador Diniz, secretário de agricultura Edilson Nascimento, secretário de obras Pedro do Carmo, a secretária de saúde Geiza da Cunha, as agentes de saúde Maria do Céu, Zélia, Dos Anjos, Damiana, o agente de endemias Orlando (Tico) e vários moradores e associados.

Anselmo Dantas é membro do Conselho Municipal de Saúde em Cacimbas, e avaliou a reunião como positiva e necessária, diante da presença de muitas autoridades interessadas em ouvir as demandas das comunidades rurais, a fim de solucionar as ações mais pontuais viáveis. Em seu discurso ele pediu mais unidade e entrosamento das equipes de secretários, para que a sociedade tenha respostas satisfatórias.

O prefeito ouviu atentamente as reivindicações, fez diversas anotações e se comprometeu em reunir esforços para atender as demandas possíveis, dentro das possibilidades. O gestor elogiou o posicionamento do conselheiro Anselmo e elencou as dificuldades administrativas do município que estão relacionadas diretamente com os problemas da seca, escassez de recursos financeiros e a burocracia da justiça.

A agente comunitária de saúde Dos Anjos parabenizou a iniciativa dos administradores de estarem mais próximos das comunidades, ela ainda incentivou a participação das famílias e destacou as potencialidades que existem no município, mas que precisam de incentivos e apoios para a juventude principalmente.

Dos Anjos defende mais parcerias e sugeriu a aquisição de um veículo do tipo odontomóvel, para dar assistência à educação, por meio do programa saúde nas escolas, bem como, os serviços de oftalmologista para atender as reclamações de diversos alunos, quanto a problemas de visão. Segundo a agente, “muitos problemas poderiam ser amenizados, caso houvesse mais empenho e dedicação por parte da secretaria de Ação Social, que precisa está mais presente nas comunidades com ações efetivas”, disse.

A o ser indagado sobre o abastecimento de água nos sítios próximos, o secretario de agricultura, Edilson Nascimento, deu detalhes de como será feito o procedimento através do Exercito. Ele defende a união das famílias e destaca a importância das parcerias para que as ações aconteçam de forma satisfatória para todos.

“Estamos dispostos a dialogar com as comunidades, todos os secretários deveriam se coloquem a disposição para uma avaliação pública por parte da população, para ver onde estamos acertando e onde precisamos melhorar. Quanto aos exames de vista e aquisição de óculos de graus, estamos vendo se conseguimos atender algumas pessoas, através do programa Cidadania Popular”, defende o secretário.

O ex-prefeito Geraldo Paulino, defende reuniões mais frequentes por localidades, pois segundo ele, cada setor possui suas particularidades. “O prefeito vem se esforçando ao máximo para atender as demandas e não faz mais por conta das dificuldades financeiras, é complicado administrar duas realidades e superar os índices de pobreza com recursos limitados, a crise tende a se agravar, todos sabem disso”, frisou.

Moradores reivindicam transporte escolar e pedem mais respeito por parte de alguns condutores

Diante das solicitações feitas por moradores, está o pedido pela ampliação do número de transportes escolares para alguns setores do Monteiro, Covão, São Gonçalo de Cima, pois, segundo estes os que existem são insuficientes para atender a clientela. Outras reclamações recaíram sobre alguns condutores que desrespeitam os passageiros e danificam os bens públicos.

“Defendo uma reunião e capacitação para os motoristas que conduzem em alta velocidade, com má vontade ou utilizam esses transportes para fazer compras pessoais complicando a vida dos usuários, são uns irresponsáveis que alegam ser concursados e se acham no direito de abusar da função que exercem, tenho certeza que o prefeito nem os secretários sabem disso”, relatou uma moradora deforma indignada.

Anselmo voltou a cobrar uma maior atuação da secretaria de esportes, lazer e juventude no município, destacando os esforços que aquela associação em consonância com outros setores realizaram para o desmembramento da mesma para trabalhar de forma autônoma com foco na inclusão de jovens por meio de lazer, teatro, danças, musicalidades, taiboo e karatê, que vem dando orgulho pelo número de títulos conquistados.

O missionário da Assembleia de Deus, Gildécio, se disse emocionado por está envolvido há vários anos com o associativismo e parabenizou a atuação do gestor frente ao município, mas fez algumas observações, quanto à necessidade de mais harmonia entre as equipes do governo e chamou atenção para os tipos de cultura e lazer que devem ser trabalhadas de acordo com a realidade local e/ou regional, a fim de manter a tradição.

Para religioso, a gestão precisa ter pulso forte na tomada de decisões e deve está atenta a os excessos de confiança em algumas supostas amizades para não se atrapalhar na forma de administrar. Gildécio criticou ainda os estímulos oferecidos pelo mercado capitalista e fez algumas recomendações para as pessoas ficarem atentas às ciladas de quem quer vender seus produtos.

“O lazer deve preencher a mente humana com algo de valor, o que pode auxiliar na qualidade de vida das pessoas, evitando o sedentarismo, a depressão, o alcoolismo e outros vícios nocivos à vida, é bom saber que nem toda ocupação disfarçada é totalmente saudável, por isso precisa de pessoas capacitadas para desenvolver as atividades benéficas aos seres humanos”, defende.

O prefeito falou da vontade de resolver os casos mais complexos e não descartou a possibilidade de implantar a terceira equipe do PSF no município para atender na comunidade de Monteiro. Léo pretende reunir sua equipe de governo, para traçar metas e delegar funções com o objetivo de aperfeiçoar ainda mais as formas de atendimentos a população.

“Nos próximos dias ou a Rádio, explicar ao povo das carências e dificuldades que o município vem enfrentando, quanto a o melhoramento das estradas a Prefeitura já iniciou os trabalhos de recuperação, mas uma dificuldade é a resistência de alguns proprietários de terra que colocam as cercas dentro das estradas e não permitem a retirada de material nem o alargamento dos acessos, fico limitado também a falta de recursos” esclareceu o gestor.

Maria do Céu defende melhorias nas formas de comunicação entre os profissionais, segundo ela, Cacimbas nunca teve tantos carros em perfeito estado de conservação para atender as pessoas, principalmente idosos e acamados, mas que precisa de planejamento e organização.  “Uma capacitação para as equipes realizarem os primeiros socorros é fundamental”, destacou a líder.

A secretária de saúde Geiza da Cunha, falou de sua agenda de trabalho e se propôs a estruturar os serviços básicos com o apoio de todos os interessados, bem como, organizar o conselho municipal de saúde, adquirir um carro para auxiliar nos atendimentos, comprar medicamentos, realização de exames diversos, reunir e capacitar às equipes, são algumas prioridades nesse primeiro momento.

 
 
 
 
Prefeitura Municipal de Cacimbas com um novo tempo: administração Prefeito Léo Terto. SECOM/PMC.