sexta-feira, 28 de abril de 2017

Festa com dinheiro no bolso é em Cacimbas Paraíba: Prefeitura anuncia pagamentos dos servidores públicos para essa sexta feira dia 28 de abril


A Prefeitura Municipal de Cacimbas no sertão do estado, através do prefeito constitucional Geraldo Terto da Silva- Léo e do secretário de Finanças dessa autarquia, comunicam aos servidores públicos municipais os vencimentos mensais referentes ao mês de abril do ano em curso já se encontram disponíveis em suas respectivas contas para serem sacados.

Pagar aos funcionários dentro do mês trabalhado é um compromisso da gestão municipal que valoriza e respeita os servidores honrando com seus compromissos. Com essa informação os trabalhadores vão poder passar o feriado municipal desse sábado, aniversário de emancipação política da cidade com dinheiro no bolso, o que lhes possibilita quitar débitos e fazer novas compras além de festejar com amigos e familiares os 23 anos de história do município.

Enquanto muitos lugares estão com salários atrasados e outros com dificuldades de pagar a falha de pessoal, Cacimbas consegue planejar e manter os salários em dias para satisfação da nossa gente, já que os valores vão impactar positivamente a economia local e regional com a circulação de mais de 300 mil reais. Parabéns Cacimbas por mais de duas décadas de história de compromisso e atenção ao povo.


Prefeitura Municipal de Cacimbas com um novo tempo para todos. SECOM/PMC.

Agenda das festividades do 23º aniversário da cidade nesse sábado 29/04


Nesse sábado dia 29 de abril de 2017, acontecerá às comemorações alusivas aos 23 anos de emancipação política da cidade de Cacimbas, durante todo o dia haverá apresentações diversificadas, dentre elas: execução do Hino Municipal, Hino Nacional Brasileiro, hasteamento das Bandeiras da Cidade, do Estado da Paraíba e do Brasil, bem como, show musical, desfiles cívicos, torneio de futebol, participação das escolas, abordando a história do lugar, homenagens, exposições históricas- culturais com discursos e outras.

O evento contará com as presenças ilustres de autoridades e demais convidados, sua presença é fundamental para enriquecer esses momentos. Parabéns Cacimbas com sua gente, pelos seus 23 anos de emancipação política, nossos agradecimentos a todos que de forma direta ou indireta contribuíram com a construção de nossa história, nosso muito obrigado também a todos que continua colaborando com nosso município e consequentemente com o Brasil e o mundo.

A cobertura completa do evento vocês conferem em nossas páginas na internet nos endereços eletrônicos: www.olavoisilva.blogspot.com.br / www.cacimbas.pb.gov.br também no Portal Voz da Serra de São Sebastião ou ainda no face book. Essa é mais uma realização da Prefeitura Municipal de Cacimbas com um novo tempo para todos. SECOM/PMC.

quinta-feira, 27 de abril de 2017

Uso de lona em caminhão de cana-de-açúcar será obrigatório em todo o país


A partir do dia 1º de junho será proibido que caminhões canavieiros trafeguem em rodovias municipais, estaduais e federais sem que as cargas de cana “in natura” estejam cobertas. A resolução 618, do Conselho Nacional de trânsito (CONTRAN) já era para ter entrado em vigor desde 2016, mas entidades do setor solicitaram adiamento da data, argumentando que não havia tempo hábil para inserir dispositivos que facilitem a colocação das lonas ou telas nas mais de 23 mil gaiolas em circulação no país.

O CONTRAN já anunciou que não vai mais prorrogar a data e que os veículos que não se adequarem a nova legislação serão apreendidos. Em 2014, o CONTRAN havia publicado uma resolução que liberava até  1º de setembro de 2016 os caminhões canavieiros do uso obrigatório de lonas no transporte de cana-de-açúcar, em vias públicas. A pedido da cadeia produtiva, já que isso vai alterar a logística do transporte, inclusive com aumento de custos, esse prazo foi ampliado para junho deste ano.

A cobertura com lonas de todas as cargas de sólidos a granel é obrigatória desde 28 junho de 2013 e foi determinada pela resolução 441, também do CONTRAN. O presidente da Associação dos Plantadores de Cana da Paraíba (Asplan), Murilo Paraíso, afirma que a medida é salutar porque aumenta a segurança nas estradas, mas lamenta que o setor produtivo tenha que absorver mais um custo em sua planilha.

“Logicamente que a aquisição da lona, a mão de obra para envelopar o caminhão vai trazer um custo adicional para a cadeia produtiva, mas concordo que o envelopamento da carga tornará o transporte da cana ainda mais seguro”, destaca Murilo.

Click PB

Câmara aprova texto-base da reforma trabalhista; entenda o que pode mudar


Depois de muitos protestos da oposição, o Plenário da Câmara aprovou nesta quarta-feira (26), por 296 votos a favor e 177 votos contra, o Projeto de Lei (PL) 6.787/16, que trata da reforma trabalhista. O projeto altera mais de 100 pontos da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT). Entre as alterações, a medida estabelece que nas negociações trabalhistas poderá prevalecer o acordado sobre o legislado e o sindicato não mais precisará auxiliar o trabalhador na rescisão trabalhista.

Confiram abaixo algumas mudanças que podem acontecer com as novas regras:

A sessão que aprovou a reforma foi aberta na manhã desta quarta-feira e se estendeu até depois das 22h, com o final da votação do mérito da reforma. Até o fechamento desta matéria, ainda faltava votar os destaques que visam pontos do texto do relator, deputado Rogério Marinho (PSDB-RN). Depois de votados os destaques, o texto segue para o Senado.

Pela oposição, PT, PDT, PSOL, PCdoB e Rede se posicionaram contra o projeto. O PSB, SD e PMB também orientaram suas bancadas a votar contra a aprovação do texto-base. O PHS liberou a bancada. Os demais partidos da base governista votaram a favor do projeto de lei. Abaixo você confere um comparativo de como funcionam atualmente alguns quesitos debatidos na reforma e como eles podem ficar.

#1 Horário de almoço. Como é: Quem trabalha mais de 6 horas tem direito a 1 hora de descanso. Caso o empregado usufrua apenas 30 minutos desse intervalo, o Tribunal Superior do Trabalho entende que o intervalo restante (30 minutos mais) gera uma condenação à empresa equivalente a 1 hora e 30 minutos, e ainda com 50% de adicional, tendo reflexos em férias e décimas terceiro para cálculo do FGTS.

Como vai ficar: O intervalo será efetivamente suprimido e o trabalhador só terá direito a 30 minutos de intervalo. #2 Jornada de trabalho. Como é: a jornada é de 44 horas semanais, com no máximo 8 horas por dia de trabalho. Como vai ficar: a jornada diária pode chegar até a 12 horas, e o limite semanal pode chegar a 48 horas, incluído quatro horas extras.

#3 Férias. Como é: a CLT não permite dividir as férias. Em alguns casos, em duas vezes, tirando um mínimo de dez dias em uma delas. Como vai ficar: Se houver acordo entre as partes, pode ser dividida em até três vezes. #4 Transporte até o trabalho. Como é: Os trabalhadores têm direito a incluir o tempo gasto para chegar ao trabalho como horas de jornada, quando não há acesso em transporte público, e a empresa fornece transporte alternativo.

Como vai ficar: O tempo gasto no percurso para se chegar ao local de trabalho e no retorno para casa não poderá mais ser computado como parte da jornada. #5 Contribuição sindical. Como é: Uma vez por ano uma quantia referente a um dia de trabalho é descontado do salário dos empregados para contribuição e fortalecimento dos sindicatos das classes. Como vai ficar: A contribuição passa a ser facultativa.

#6 Bonificação. Como é: A Justiça do Trabalho considera os prêmios concedidos pelo empregador são contabilizados como parte do salário. Assim, incidem sobre o valor do prêmio encargos previdenciários e trabalhistas. Como vai ficar: O empregador pode conceder o prêmio sem que o seu valor seja considerado parte do salário. #7 Home Office.

O texto de Marinho cria duas modalidades de contratação, que hoje não existem: o trabalho intermitente, por jornada ou hora de serviço, e o “teletrabalho”, que regulamenta trabalho de casa, estabelecendo regras para esse tipo de contrato. A proposta estabelece a responsabilidade da empresa sobre fornecimento ou compra de equipamentos, manutenção dos mesmos e infraestrutura.

Embora muitos direitos estejam sendo ceifado com as últimas propostas do governo, o trabalhador ainda pode recorrer ao seu sindicato de classe caso sinta-se prejudicado, como garante a advogada. “O trabalhador sozinho não tem força. Ele precisa lutar para garantir cumprimento do acordo e da Constituição que continua prevalecendo. Também é necessária comunicação de sindicatos de classe e órgãos de fiscalização. É um momento de discussão forte que enquanto cidadãos devemos nos posicionar”, finalizou.

A opinião de muitos trabalhadores é uníssona: as condições do trabalhador serão prejudicadas. “É complicada essa situação. Tem muito patrão que vai exigir o que quiser do empregado e a Lei num pode interferir”, afirma desanimado o porteiro Marcelo de Souza, de 41 anos. Contudo, há quem consiga enxergar algo positivo em meio a tanta escuridão. “Essa reforma vai ser péssima. Vai tirar muito direito da gente. Mas eu gostei dessa parte das férias. Pra eu que tenho família no interior quanto mais dividir as férias melhor”, disse o zelador Marconi Ferreira.


Portal Correio com Agência Brasil

Aprovada em 1º turno o fim do foro privilegiado para autoridades e políticos


O Senado aprovou nesta quarta-feira (26), em primeiro turno, a proposta de emenda à Constituição (PEC) que acaba com a prerrogativa de foro para autoridades nos casos de prática de crimes comuns, como roubo e corrupção. A PEC foi aprovada por 75 votos a favor e nenhum voto contrário. Por se tratar de uma alteração no texto constitucional, a proposta ainda precisa passar por um segundo turno de votação no Senado antes de seguir para a Câmara dos Deputados, onde também precisará ser analisada em duas votações.

Pela lei que vigora atualmente, políticos como senadores, deputados federais e ministros têm direito a ser investigados e julgados apenas na esfera do Supremo Tribunal Federal (STF). No caso dos governadores, o foro é o Superior Tribunal de Justiça (STJ). Prefeitos, por sua vez, são julgados por Tribunais de Justiça. Na proposta aprovada, as autoridades deverão ser julgadas pela primeira instância no estado onde o eventual crime houver ocorrido, e não mais em tribunais superiores.

O projeto estabelece uma exceção para os presidentes da República, da Câmara, do Senado e do Supremo Tribunal Federal. O texto, de autoria do senador Álvaro Dias (PV-PR), atinge a mais de 30 mil pessoas, segundo o relator Randolfe Rodrigues (Rede-AP), que, atualmente, possuem prerrogativa de foro no país. São políticos detentores de mandatos, ministros, juízes, procuradores, desembargadores, entre outras autoridades que atualmente são julgadas em tribunais especializados.

Em seu relatório, que foi aprovado em primeiro turno nesta quarta, Randolfe acolheu uma emenda (sugestão de alteração) do senador Ricardo Ferraço (PSDB-ES), que mantém o foro privilegiado para os presidentes dos três poderes. Ao apresentar a emenda, Ferraço argumentou que deixar os presidentes da República, da Câmara, do Senado e do Supremo no texto poderia provocar uma pulverização de ações contra essas autoridades.

Caso a proposta entre em vigor, deputados e senadores perderão a prerrogativa de foro e passarão a ser julgados pela primeira instância do Judiciário. O relator da proposta explicou que, com a aprovação da lei, o político que, por conta do foro privilegiado, estiver sendo processado no STF, terá o caso remetido para as instâncias inferiores. Ele disse que a regra valerá, caso o projeto vire lei, para os políticos investigados pela Lava Jato no STF.

"Cai o foro privilegiado e o processo cai para o juiz e para o promotor da primeira instância. Todos que estão com foro no STF e estão respondendo processo, recai para a instância judicial respectiva, que é o juiz federal da primeira instância”, declarou Randolfe.

“Se for acusação no âmbito da Operação Lava Jato, para a vara federal de Curitiba ou a vara que estiver fazendo a investigação. Vale para todos os processos em andamento", completou o senador do Amapá.

A proposta não acaba, contudo, com a prerrogativa de foro nos casos de crimes de responsabilidade previstos para ministros de Estado, presidente da República e ministros do STF. Nesses casos, cabe ao Congresso Nacional processar essas autoridades, como é previsto pela Constituição Federal. Para o relator da proposta, a votação sem obstrução e expressiva no Senado está relacionada à possibilidade de o STF julgar uma proposta que estabelece limites para o foro privilegiado já no próximo mês.

Randolfe acredita que a aprovação da PEC em 1º turno nesta quarta é uma sinalização do Legislativo aos ministros do Supremo com o “objetivo” de que os magistrados retirem o tema da pauta da Corte uma vez que o Congresso já está legislando sobre o fim do foro.


Click PB

quarta-feira, 26 de abril de 2017

Cacimbas- PB: Secretaria de Ação Social em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde e a Prefeitura distribuem repelentes para as gestantes


A Secretaria de Ação Social em Cacimbas no sertão do estado em parceria com a Secretaria Municipal da Saúde realizou na tarde dessa quarta feira 26/04, na Unidade Básica Maria Nazaré da Cunha, uma palestra envolvendo um grupo de gestantes do referido município. Na ocasião, as equipes repassaram informações e destacaram a importância das grávidas realizarem o pré-natal e acessarem os programas de saúde disponíveis no Sistema Único de Saúde- SUS.

Estiveram presentes, o Secretário de Ação Social, José Diraldo Gomes Alves, as Assistentes Sociais Josileide Pereira e Fátima Alves, os psicólogos, Jaqueline Peixoto e Thomé Xavier e a fisioterapeuta, Mayara Beatriz que avaliaram o evento como um passo importante para assistência de qualidade às mulheres cadastradas nos programas sociais do Governo Federal como “o Bolsa Família”.

As equipes ressaltaram a importância do Cadastro Único para todo e qualquer cidadão terem acesso às políticas públicas do Governo Federal, que visa diminuir as desigualdades sociais entre as populações, para isso criou- se, por exemplo: os programas de habitação, saneamento básico, transferência de renda, benefícios sociais do Bolsa Família, Brasil Carinhoso, programas educacionais, dentre outros.

O Secretário da pasta José Diraldo e a Assistente Social Dona Fátima, divulgaram as ações voltadas para a realização das oficinas de grupos que segundo eles, vão serem iniciadas no próximo mês, a onde as gestantes poderão aprender a produzir licor, decorar as taças e garrafas, bem como bordar, pintar, cortar e costurar roupinhas para crianças. A notícia agradou as participantes que poderão desenvolver suas aptidões de forma lúdica e prazerosa.

Diraldo também falou de projetos futuros que pretende ampliar em parceria com a saúde, como é o caso do “Kit Cegonha”, o qual distribui enxoval completo para mulheres que estejam em dias com o pré-natal e demais requisitos. Após as explanações, os gestores destacaram o compromisso do Ministério da Saúde com as Prefeituras e secretarias no tocante a aquisição e distribuição dos kits para as gestantes, contendo: creme dental, sabonete, escova de dente e um repelente.

Nessa próxima quinta feira dia 27 de abril às 14 horas, a equipe marcou o mesmo tipo de atendimento para a região do Distrito de São Sebastião. O encontro será realizado na Unidade Básica de Saúde daquela localidade, no Posto Maria das Neves de Almeida, o aviso segue para os profissionais de saúde e para as gestantes.




Prefeitura Municipal de Cacimbas com um novo tempo para todos. SECOM/PMC.

Brasil: Comissão especial da Câmara aprova relatório da reforma trabalhista


A comissão especial criada para analisar a reforma trabalhista na Câmara dos Deputados aprovou nesta terça-feira (25) o parecer do relator da proposta, deputado Rogério Marinho (PSDB-RN). O relatório foi aprovado por 27 votos a 10 e nenhuma abstenção, com ressalvas aos destaques incluídos no relatório durante a discussão. Entre os partidos que têm representação na comissão especial, o PT, PDT, PC do B, PSOL, PSB, PEN e a liderança da minoria orientaram voto contrário ao parecer apresentado por Marinho.

Para a oposição, a proposta retira direitos dos trabalhadores e precisa ser mais discutida. Já para os governistas, a proposta já foi amplamente debatida e contribuirá para modernizar as relações de trabalho e estimular a geração de empregos. O projeto de lei (PL6787/2016) que altera diversos pontos da Consolidação das Leis Trabalhistas (CLT) tramita em regime de urgência e agora segue imediatamente para análise do plenário da Câmara. Segundo o presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM-RJ), a matéria será colocada em pauta para votação nesta quarta-feira (26).

A reunião de apreciação do relatório começou por volta de 11h30 e durou mais de 6 horas, com embate entre parlamentares da base aliada do presidente Michel Temer e da oposição. Tentando adiantar a votação, as lideranças governistas conseguiram aprovar um pedido de encerramento da discussão. Do total de 45 oradores inscritos para debater a matéria, apenas seis expuseram seus argumentos sobre o relatório. Houve reação da bancada oposicionista, que já tinha se manifestado no início da reunião pela prorrogação dos trabalhos da comissão.

Depois de apresentar o relatório com nova redação, o relator acatou oralmente algumas alterações sugeridas por parlamentares, entre elas, a proibição de que o pagamento de benefícios, diárias ou prêmios possam alterar a remuneração principal do empregado e a inclusão de emenda que prevê sanções a empregadores que cometerem assédio moral ou sexual. Marinho disse que, após a votação, vai se reunir com integrantes da bancada feminista para definir acordo sobre mais alterações em torno de alguns pontos, em especial do que trata do trabalho de mulheres grávidas e lactantes em ambientes insalubres.

O texto consolidado com todas as mudanças incorporadas ainda não foi divulgado. A oposição ainda tenta votar os destaques em separado antes do início da ordem do dia no plenário. O relator disse que poderá fazer mudanças até o momento da votação em plenário, prevista para amanhã (26). Como se trata de um projeto de lei, para ser aprovado em plenário, basta o apoio da maioria simples dos deputados presentes na sessão. Se aprovada, a proposta seguirá para o Senado.

Portal Correio com Agência Brasil

terça-feira, 25 de abril de 2017

Estado reajusta salário dos professores a partir de 1º de maio; confira valores


O governador Ricardo Coutinho anunciou nesta segunda-feira (24) que, a partir de 1º de maio, os professores da Rede Estadual de Ensino terão os salários reajustados. Os professores do nível 1 da Classe A – menor salário – passarão a receber R$ 2.611. Os reajustes variam por níveis e contemplam prestadores de serviço e inativos. A tabela também será recomposta. Confira valores aqui

“Para o prestador de serviço o governo do Estado vai conceder aumento de R$ 300, sendo R$ 150 para alimentar o sistema mensalmente, obrigação que também será remunerada. Isso dá em torno de 23% de aumento para o professor que presta serviço, lembrando que em janeiro essa categoria já teve aumento de salário”, destacou o governador.

Com relação aos efetivos, Ricardo Coutinho destacou que o governo do Estado irá refazer a tabela. “A tabela vai ter salário a partir de R$ 1.724,10, com 2% de aumento a cada nível. São sete níveis. Além disso, terá ainda 10% de aumento entre uma classe e outra. Serão 10% na Classe B, mais 20% na Classe C, em relação à Classe A, mais 30% na Classe D, que é mestrado, mais 40% na Classe E, que contempla os professores com doutorado”, explicou o governador.

Ainda de acordo com o chefe do Executivo paraibano, desde dezembro do ano passado, os reajustes chegam a 39,8% para os professores da Classe A – nível 1 -, até 51% para os professores com doutorado, que estão no nível 1 da Classe E. “Uma parte desse reajuste será feito em forma de bolsa para aqueles professores que estão em sala de aula, mas também por meio da recomposição da tabela, contemplando os aposentados”, pontuou Ricardo. “Essa tabela varia de 34%, 27% na Classe D no nível 1, até 7,64% no ano no nível 1 da Classe A”, completou.

Com isso, alguns professores terão reajustes que variam de R$ 800 a R$ 1.150 no período de cinco meses. “Vamos cada vez mais, ao lado da categoria, fazer as cobranças para melhorar a qualidade da educação pública”, concluiu Ricardo.

Portal Correio/foto ilustrativa

segunda-feira, 24 de abril de 2017

Idosos, crianças e grupos de risco já podem ser vacinados contra a gripe


A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) começa a vacinar nesta segunda-feira (24) contra o vírus da gripe a população que integra os demais grupos de risco determinados pelo Ministério da Saúde. 

A vacinação acontecerá nas Unidades de Saúde da Família (USFs) e devem ser vacinados idosos, puérperas (até 45 dias após o parto), crianças de seis meses a menores de cinco anos, pessoas com comorbidades (necessário apresentação da prescrição médica), povos indígenas e integrantes do sistema prisional.

 A Campanha de Vacinação contra gripe começou no dia 17 deste mês dando preferência a grupos prioritários como trabalhadores da saúde e gestantes. Mesmo a campanha começando para os demais integrantes do grupo de risco, trabalhadores da saúde e gestantes que não foram vacinados ainda podem ser vacinados. A campanha segue até o dia 27 de maio. De acordo com a chefe da imunização da SMS, Chiara Dantas, o cronograma da vacinação foi construído de acordo com as remessas de vacinas recebidas, priorizando os grupos que estão mais expostos.

“Iniciamos a campanha vacinando apenas os trabalhadores, que atuam diretamente com o atendimento de pessoas nos serviços de saúde e estão com a exposição e riscos aumentados e as gestantes já que assim imunizamos mãe e bebê e agora abrimos a campanha para os demais grupos de risco”, explica a chefe da imunização da SMS.

A partir do dia 8 de maio a campanha começará para os professores, que a partir deste ano passam a integrar o grupo de risco. Para a imunização dessa categoria serão montados polos, um por Distrito Sanitário. Os professores deverão ir até um desses pontos portando, além do documento de identidade, o contracheque para comprovar ser professor. Além dos polos, a partir do dia 8, esses profissionais também poderão procurar as USFs.

O dia D da campanha acontecerá no dia 13 de maio, na Praça da Independência, das 9h às 16h. Durante o dia D todas as Unidades de Saúde da Família e postos volantes espalhados pela cidade estarão vacinando todos que integram os grupos de risco e ainda não foram vacinados. Esse ano, além do dia 13 de maio, também haverá mobilização nos dias 20 e 27 deste mês e 03 de junho para imunização dos que integram os grupos de risco e que ainda não tenham sido vacinados. Nesses dias serão seis postos abertos para imunização dos grupos de risco.


Portal Correio

sexta-feira, 21 de abril de 2017

A Secretaria de Esportes em Cacimbas divulga a programação referente às comemorações do dia 29 de abril sobre a Emancipação Política da Cidade


A Secretaria Municipal dos Esportes de Cacimbas no interior da Paraíba, através dos seus representantes, enviou ofícios aos senhores dirigentes de oito equipes de futebol amador deste município, convidando-os para participarem do festival esportivo a ser realizado no Campo o “Tertão”, dessa localidade no próximo sábado dia 29/04, data em que se comemora a emancipação política da referida cidade sertaneja.

Todas as equipes participantes vão receberem como forma de incentivos, uma bola, além dos dois finalistas que terão como prêmios, troféus. O evento está previsto para começar a partir das 8 horas da manhã e conta com todo apoio da Prefeitura Municipal. Segundo os organizadores, outros grupos também vão realizar diversas atividades alusivas ao dia do feriado municipal.  

De acordo com o secretário José Leônidas, os times têm até esta semana para confirmarem suas presenças, ele ainda afirmou que na próxima quinta feira 27/04, estará divulgando a tabela dos jogos contendo os horários e os confrontos diretos entre: Vila China do Fundamento de Cima, Fonte Nova, também do Fundamento de Cima, Rio Branco do Cipó, São Gonçalo, Chapecoense de São Sebastião, Fundamento de Baixo, Garotos do sub- 17 e Juventude, ambos de Cacimbas.

Nesse final de semana, sábado e domingo nos dias 22 e 23, respectivamente se inicia o Campeonato de Futebol Amador no Distrito de São Sebastião de Cacimbas em sua 15ª edição: Os jogos acontecem nos períodos manhã e tarde entre os times: Bota Fogo, Brasiliense, Flamenguinho, Beira Rio, Chapecoense, Atlético, São Gonçalo, Santa Cruz da Serra Feia, Centro Esportivo de Cacimbas, Aparecida do Gancho, Onofre, Nacional do Retiro. Participem.   


Prefeitura Municipal de Cacimbas com um novo tempo para todos. SECOM/PMC.

Secretária de Ação Social de Cacimbas participa de reunião em João Pessoa


O Secretário Municipal de Ação Social de Cacimbas no sertão do estado, José Diraldo Gomes e o Assistente Social, Kássio Almeida, participaram de um curso de formação na capital do estado João Pessoa, nos dias 18 e 19 do corrente mês. Na ocasião foram abordados diversos temas dentre os quais se destacam: proteção social básica, cadastro único e programas de transferência de renda, participação popular e controle social, execução orçamentária e financeira, palestras e debates com secretários, conselheiros de órgãos parceiros.

Os gestores avaliaram como positivo o encontro e destacaram a importância dos debates para ampliar ainda mais os conhecimentos dos envolvidos com o fortalecimento das políticas públicas dos municípios. Nessa quinta 20, Diraldo enviou uma nota de esclarecimentos a Rádio local para explicar as pessoas cadastradas no Programa do Bolsa Família que ele na condição de secretário da pasta, não teve qualquer responsabilidade pela não realização da reunião que fora divulgada.

No convite continha a mensagem convocando as titulares do cartão cidadão que recebem os benefícios do Governo Federal e que tenham filhos com idade escolar matriculados para um encontro formal na Câmara de Vereadores da cidade, Casa Maria do Socorro Melo. Na ocasião estariam presentes os secretários de educação, Júnior Barros, bem como o de ação social, José Diraldo, além de uma equipe vinda de João Pessoa.

Muitas famílias das diversas localidades circunvizinhas atenderam ao chamado e se fizeram presentes ao local indicado, como o espaço da Câmara ficou pequeno para acomodar os convidados, resolveram transferir o evento para o Ginásio de Esportes que fica em frente ao prédio do legislativo. A equipe de João Pessoa compareceu, mas como as outras representatividades faltaram, eles deixaram de realizar a reunião.

Prefeitura Municipal de Cacimbas com um novo tempo para todos. SECOM/PMC. 

Petrobras aumenta preço médio da gasolina em 2,2% e do diesel em 4,3%


De acordo com a política de preços anunciada pela Petrobras em outubro de 2016, o Grupo Executivo de Mercado e Preços (GEMP) decidiu aumentar o preço do diesel nas refinarias em 4,3%, em média, e da gasolina em 2,2%. Os novos valores começam a ser aplicados a partir desta sexta-feira (21).

A decisão é explicada principalmente pela elevação dos preços dos derivados nos mercados internacionais desde a última decisão de preço e por ajustes na competitividade da Petrobras no mercado interno. A estatal destaca que o comportamento dos preços de derivados foi marcado por volatilidade nos mercados internacionais em resposta a evento geopolítico, como o ocorrido na Síria.

Como a lei brasileira garante liberdade de preços no mercado de combustíveis e derivados, as revisões feitas pela Petrobras nas refinarias podem ou não se refletir no preço final ao consumidor. Isso dependerá de repasses feitos por outros integrantes da cadeia de combustíveis, especialmente distribuidoras e postos revendedores. Se o ajuste feito for integralmente repassado e não houver alterações nas demais parcelas que compõem o preço ao consumidor final, o diesel pode subir 2,9% ou cerca de R$ 0,09 por litro, em média, e a gasolina, 1,2% ou R$ 0,04 por litro, em média.


Portal Correio

Palocci pode revelar 'nomes e operações' para investigações da Lava Jato


O ex-ministro Antônio Palocci disse nesta quinta-feira (20), em depoimento ao juiz federal Sérgio Moro, que está disposto a colaborar com as investigações e apresentar "nomes, endereços e operações realizadas", que podem render mais "um ano de trabalho" à Operação Lava Jato. Palocci foi interrogado na ação penal em que é acusado pela força-tarefa de procuradores de operar um suposto esquema de caixa 2 para o PT.

Ao final do depoimento no qual negou ter arrecadado propina ao partido, o ex-ministro disse que está à disposição de Moro para revelar situações que optou por não falar durante a audiência "por sensibilidade da informação".

"Todos os nomes e situações que optei por não falar aqui, por sensibilidade da informação, estão à sua disposição. O dia que o senhor quiser, se tiver com a agenda muito ocupada, a pessoa que o senhor determinar, eu imediatamente apresento todos esses fatos com nomes, endereços, operações realizadas e coisas que vão ser certamente de interesse da Lava Jato, que realiza uma investigação de importância, e acredito que isso dá um caminho que talvez vai lhe dar mais um ano de trabalho, mas é um trabalho que faz bem ao Brasil", disse Palocci.

O ex-ministro está preso na carceragem da Polícia Federal em Curitiba desde setembro do ano passado. Na ação penal, Palocci e mais 14 pessoas são acusadas dos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro. De acordo com a Polícia Federal, a empreiteira Odebrecht tinha uma “verdadeira conta corrente de propina” com o PT, partido do ex-ministro.

Para os investigadores, a conta era gerida por Palocci, e os pagamentos a ele eram feitos por meio do Setor de Operações Estruturadas da Odebrecht – responsável pelo pagamento de propina a políticos – em troca de benefícios indevidos no governo federal. No depoimento, o ex-ministro negou que tenha atuado para beneficiar a empreiteira ou que tenha pedido doação de campanha via caixa 2.

Portal Correio com Agência Brasil

Superior Tribunal Federal começa a julgar se transexual pode mudar registro civil


O Supremo Tribunal Federal (STF) começou a julgar, há pouco, o processo em que deve ser decidido se transexuais podem alterar o nome no registro civil sem a realização de cirurgia de mudança de sexo. Atualmente, a alteração nos documentos oficiais, como carteira de identidade, não é permitida porque não está prevista na legislação. Os ministros decidiram que a sessão de hoje terá somente a leitura do relatório do ministro Dias Toffoli e para as manifestações orais dos advogados.

Em seguida, a sessão será suspensa para que o processo seja julgado em conjunto com outras ações que tratam do mesmo tema. Ainda não há data prevista para a retomada. Está na pauta de julgamento um recurso contra decisão da Justiça do Rio Grande do Sul, que negou autorização para que um cartório local aceitasse a inclusão do nome social como verdadeira identificação civil. Os magistrados entenderam que deve prevalecer o princípio da veracidade nos registros públicos.

Ao recorrer ao Supremo, a defesa do transexual alegou que a proibição de alteração do registro civil viola a Constituição, que garante a "promoção do bem de todos, sem preconceitos de sexo e quaisquer outras formas de discriminação".
"Vislumbrar no transexual uma pessoa incapaz de decidir sobre a própria sexualidade somente porque não faz parte do grupo hegemônico de pessoas para as quais a genitália corresponde à exteriorização do gênero vai frontalmente contra o princípio de dignidade humana", argumentou a defesa.

Atualmente, transexuais podem adotar o nome social em identificações não oficiais, como crachás e formulários de inscrição no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). A administração pública federal também autoriza o uso do nome social e o reconhecimento da identidade de gênero de travestis e transexuais desde abril do ano passado. O nome social é escolhido por travestis e transexuais de acordo com o gênero com o qual se identificam, independentemente do nome que consta no registro de nascimento.


Click PB

quarta-feira, 19 de abril de 2017

Prefeitura de Cacimbas inicia os trabalhos de recuperação e melhoramentos das estradas


A Prefeitura Municipal de Cacimbas no interior do estado, através dos operadores das máquinas do Programa de Aceleração do Crescimento- PAC 2, iniciou nesse mês de abril, os serviços de recuperação das estradas vicinais deste município, com o objetivo de melhorar os acessos para pedestres e principalmente para os condutores dos transportes de estudantes da zona rural, jogadores e feirantes vindos das comunidades para a cidade.

No total são mais de 100 km de estradas de barro para serem consertadas por conta do período chuvoso que danificou os trechos que se encontram com buracos, crateras e o crescimento do matagal nos caminhos que interligam as comunidades, aproximando as pessoas ainda mais por meio dos eventos e negócios em tempos da globalização, onde as distâncias parecem ter encurtado com os acontecimentos.

O melhoramento das estradas também vai beneficiar o homem do campo com o escoamento de suas produções agrícolas nos próximos dias. Segundo o Secretário de agricultura Auziran Pereira e o senhor Virgíneo Neto que acompanharam a realização de alguns trabalhos, até o momento, as máquinas do PAC e os tratores da Prefeitura, fizeram consertos de uma cratera provocada pela erosão no asfalto da Rodovia PB-246 de Cacimbas a Desterro e nas localidades que compreendem os sítios: São Gonçalo, São João, Dois Riachos, Cipó, Surrão, Retiro.

Nessa quarta 19/04 foi feito melhoramentos no Campo de Futebol da Comunidade do Fundamento de Cima, nos domínios dos “Chinas”  que vão realizar um torneio envolvendo times da região para comemorar  o apoio esportivo recebido pelo poder público. Outros setores a serem contemplados serão atendidos nos próximos dias de acordo com as demandas do calendário elaborado pela equipe responsável pelas ações. 





Prefeitura Municipal de Cacimbas com um novo tempo para todos. SECOM/PMC.

PB têm pelo menos 10 casos do 'jogo' de automutilação e morte 'Baleia Azul'


A Paraíba já contabiliza pelo menos dez casos de participação de jovens no desafio ‘Baleia Azul’, no qual os participantes praticam automutilação e são coagidos a cometerem suicídios. Em um dos casos, uma jovem de 14 anos, estudante de uma escola do Centro de João Pessoa, cortou os braços e subiu no teto da escola para cumprir desafios do ‘jogo’.

As informações sobre o ‘Baleia Azul’ foram repassadas ao Portal Correio pelo tenente-coronel Arnaldo Sobrinho, que é coordenador do Centro Integrado de Operações Policiais em João Pessoa (Ciop) e coordenador-executivo do escritório brasileiro da Associação Internacional de Prevenção ao Crime Cibernético. Segundo o tenente-coronel, o caso da adolescente de João Pessoa foi descoberto pelos familiares após eles ligarem o fato registrado na escola ao desafio.

“Dias após o problema da menina na escola, um familiar da jovem viu o alerta sobre o jogo e ligou o registro ao desafio. A família da jovem nos procurou e relatou o ocorrido, afirmando que a menina cortou os braços e subiu no teto da escola para cumprir etapas do jogo. Ao ligarem os eventos, os familiares quebraram o celular da menina. Agora, ela passa por acompanhamento psicológico”, afirmou o tenente-coronel.

Casos na Paraíba: A Polícia chama a atenção dos pais para os desafios entre os jovens

Em um levantamento ainda preliminar, o tenente-coronel citou que o estado já contabiliza pelo menos dez casos registrados de participação de jovens no desafio ‘Baleia Azul’. Porém, o número pode ser ainda maior, já que familiares das vítimas podem não estar procurando o polícia para passar as informações.

“Acreditamos que esse desafio vem sendo praticado há pelo menos um mês na Paraíba e que o número de casos deve ser bem maior. Em Guarabira, temos relato de uma pessoa que participou do jogo e chegou ao nível 10. Também recebi informes de uma aluna minha, do curso de Direito, que foi incluída sem consentimento em um grupo de participantes do desafio. Esse grupo tinha pessoas de todo o Brasil e contava com 200 participantes”, relatou o coordenador do Ciop.

O tenente-coronel Arnaldo Sobrinho também afirmou ao Portal Correio que existem indícios de que menores estariam agindo como ‘curadores’ do desafio, aliciando e ameaçando participantes. “Estamos realizando um apanhado de informações e relatos sobre casos no estado e iremos confeccionar um relatório para as policiais Civil e Federal para que elas possam receber informes detalhados e tomar providências quanto à investigação desse crime. Esse relatório também irá para a Associação Internacional de Prevenção ao Crime Cibernético”, contou o policial.

O tenente-coronel voltou a afirmar que os pais precisam estar atentos a atitudes dos filhos para que possam perceber diferenças comportamentais. “Os pais devem obedecer cinco requisitos: observar o comportamento; perceber alterações de rotina; devem estabelecer diálogo com os jovens; prestar assistência e apoio; e, especialmente, colocar novos projetos para esses jovens. É fundamental que os pais tenham total atenção aos filhos para evitar que eles participem desse desafio”, concluiu o tenente-coronel.


Portal Correio com Halan Azevedo 

Ex-prefeita e esposa de deputado paraibano é condenada a dois anos e dez meses de prisão por irregularidades em contratos da prefeitura de Monteiro


O Tribunal de Justiça da Paraíba condenou nesta quarta-feira (19) a ex-prefeita de Monteiro, Ednacé Alves Silvestre Henriques, esposa do deputado estadual João Henrique. Ela foi condenada a dois anos e dez meses de detenção, com substituição da pena corporal por duas restritivas: serviços gratuitos à comunidade e multa no valor de dez salários mínimos, em favor do Fundo Penitenciário.

Ednacé Henriques é acusada de ter prorrogado irregularmente os contratos temporários de 179 servidores públicos, admitidos sem concurso público com base na Lei Municipal nº 1.154/97. O relator da notícia-crime (1420515-29.2013.815.0000) é o juiz convocado José Guedes Cavalcanti Neto. Ainda na decisão, a Corte não aplicou a pena de afastamento e de inabilitação da denunciada, pelo prazo de cinco anos, para o exercício de cargo ou de função pública, eletivo ou de nomeação, conforme trata o artigo 1, § 2º, do Decreto Lei nº 201/67.

A ação foi impetrada pelo Ministério Público estadual, em virtude das nomeações dos servidores entre os anos de 2009 a 2010. No voto, o juiz-relator José Guedes ressaltou que as contratações realizadas pela prefeita extrapolaram o prazo máximo de um ano previsto na Lei Municipal nº 1.154/97. “Como se vê na denúncia, não se está questionando a contratação emergencial em si, mas, o fato de haver a ré prorrogado os vínculos, com o mesmo funcionário, contra expressa disposição da lei municipal”, disse o relator.

Quanto aos contratos emergenciais terem sido assinados pelo secretário municipal, o magistrado afirmou que o mesmo jamais poderia fazê-lo sem autorização da ex-prefeita. Por fim, o relator assegurou que Ednacé, ao renovar os contratos com as mesmas pessoas, infringiu a lei municipal e, consequentemente, a Constituição Federal.


Click PB

Indefinição: foi suspensa a leitura do parecer sobre reforma da Previdência


O relator da reforma da Previdência, o deputado Arthur Maia (PPS-BA), fez hoje (19) a leitura do seu parecer sobre a proposta enviada pelo governo ao Legislativo. Com quase uma hora de apresentação, a reunião foi suspensa para que os parlamentares pudessem participar da votação da ordem do dia no plenário da Câmara. A leitura do parecer aos membros da Comissão Especial criada para analisar a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 287/2016 foi iniciada depois que o relator fechou acordo com os deputados da oposição, que pretendiam obstruir a reunião.

O relatório - com 191 páginas - foi protocolado pouco antes do início dos trabalhos da comissão. No documento, Maia se posiciona de forma favorável ao teor da proposta original do governo, inclusive na justificativa de que o sistema previdenciário apresenta déficit. Ele, contudo, acatou parte das emendas apresentadas ao projeto. Entre as alterações, o relator incluiu a idade mínima de aposentadoria para policiais, como havia adiantado ontem (19).

Segundo o substitutivo, até que entre em vigor lei complementar que trate do regime de aposentadoria dos militares, os policiais federais, rodoviários federais, ferroviários federais, policiais civis e os agentes penitenciários poderão se aposentar aos 55 anos de idade. Para isso, é necessário comprovar, cumulativamente, 30 anos de contribuição para homem e 25 para mulher e 20 anos de efetivo exercício em cargo de natureza estritamente policial ou de agente penitenciário.

A proposta enviada pelo Executivo previa a idade mínima de 60 anos para aposentadoria dos policiais. O substitutivo elaborado por Maia também altera a idade mínima de aposentadoria para trabalhadoras rurais, reduzindo de 60 para 57 anos, e mantém o tempo de contribuição em 15 anos e não 20 como apresentado  ontem. Para os produtores rurais, o relatório estabelece ainda que a contribuição será de forma individual com alíquota favorecida sobre o salário mínimo.

A adoção de critérios diferenciados para a concessão de aposentadoria por meio da redução dos limites de idade e de tempo de contribuição fica restrita a pessoas com deficiência que previamente forem submetidas a uma avaliação biopsicossocial; e a segurados cujas atividades sejam exercidas em condições especiais que prejudicam a saúde, não podendo a idade ser inferior a 55 anos para homens e mulheres.

De acordo com a proposta do relator, a aposentadoria no regime geral de previdência será assegurada aos homens que completarem 65 anos e às mulheres que atingirem 62 anos, com 25 anos de contribuição para ambos os sexos. Durante a transição do regime, o relator considera o critério da contribuição, e não a idade do segurado. “Na sistemática adotada, faz-se com que a idade mínima, inicialmente prevista (53 anos para as mulheres e 55 para os homens), aumente progressivamente, até atingir o patamar previsto no texto permanente”, diz trecho do documento.

O deputado Arthur Maia ressaltou que as mudanças na idade das mulheres, na forma de cálculo para concessão dos benefícios e a manutenção das aposentadorias, foram feitas para acatar reivindicações de diversos setores. A leitura do relatório está prevista para ser retomada no fim da tarde desta quarta-feira.


Fonte: Click PB

terça-feira, 18 de abril de 2017

Tempo de contribuição para aposentadoria integral será de 40 anos, diz Temer


O presidente Michel Temer confirmou nesta segunda-feira (17) que a proposta de reforma da Previdência feita pelo governo reduzirá de 49 para 40 anos tempo de contribuição para aposentadoria com salário integral. “Acabou aquela história de precisar 49 anos para poder se aposentar. [O tempo máximo de contribuição] caiu para 40 anos”, disse Temer em entrevista ao telejornal SBT Brasil.

De acordo com a nova regra, explicada pelo presidente na entrevista, o trabalhador poderia se aposentar com 25 anos de contribuição, recebendo 70% do salário. A partir daí, haveria um aumento progressivo do valor da aposentadoria para cada ano trabalhado. Nos cinco anos seguintes, 1,5% a mais e, a partir dos 31 anos de contribuição, o trabalhador teria um aumento de 2% no valor da aposentadoria.

A possibilidade de mudança havia sido adiantada pelo presidente da Comissão Especial da Reforma da Previdência na Câmara dos Deputados, Carlos Marun (PMDB-MS). O deputado, no entanto, não tinha entrado em detalhes sobre o tamanho da redução no tempo de contribuição. Temer admitiu que o governo poderá propor uma idade mínima para mulheres menor que 65 anos. Ele disse que “não é improvável” haver uma mudança nesse sentido. “Não é improvável que nós tenhamos um tempo de contribuição menor para as mulheres”, disse o presidente.

O presidente se reuniu com a bancada feminina da base aliada no final da tarde desta segunda-feira, junto com o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, o relator da comissão da reforma, Arthur Maia (PPS-BA), Marun, e outros membros da equipe que vem participando das várias reuniões sobre o tema. A idade mínima é, como disse o próprio Michel Temer, a “espinha dorsal” do texto da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 287/16, que trata da reforma da Previdência.

O governo, para aprovar o texto, vem cedendo, como nos cinco pontos anunciados por Maia no início de abril, e no tempo de contribuição. As mudanças, nas contas da área econômica do governo, vai tirar R$ 200 bilhões da capacidade de redução do déficit da Previdência. “Pela área econômica, no projeto original haveria, no período de dez anos, uma redução no déficit de R$ 800 bilhões. Com essas negociações que foram feitas, acho que a redução cai para R$ 600 bilhões. A pergunta que se faz é a seguinte: é melhor reduzir o déficit em R$ 600 bilhões ou não fazer nada? Evidentemente que é melhor reduzir o déficit em R$ 600 bilhões”, disse Temer.


Portal Correio com Agência Brasil

domingo, 16 de abril de 2017

Vacinação contra gripe começa segunda para gestantes e profissionais da saúde


A 19ª Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza (gripe) começa nesta segunda-feira (17), mas apenas para profissionais de saúde e gestantes. Para os demais públicos terá início dia 24 de abril e vai até o dia 26 de maio. Este ano, a Secretaria de Estado da Saúde (SES) realiza o dia D de mobilização no dia 13 de maio, às 9h, no município de Rio Tinto. Estarão presentes na ocasião representantes da SES, Vigilância em Saúde, Gerência Regional de Saúde e Núcleo de Imunizações.

Professores de escolas públicas e privadas também foram incluídos entre os grupos prioritários da campanha 2017, dos quais já fazem parte as pessoas com 60 anos ou mais de idade, as crianças na faixa etária de seis meses a menores de cinco anos de idade, as gestantes, as puérperas (até 45 dias após o parto), os trabalhadores da saúde, os povos indígenas, os grupos portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais, os adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas, a população privada de liberdade e os funcionários do sistema prisional.

A meta da Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza é imunizar, pelo menos, 90% de cada um dos grupos prioritários. No estado da Paraíba, 1 milhão e 70 mil pessoas se encaixam nestes grupos. Segundo Márcia Mayara, técnica do Núcleo de Imunização da SES, serão distribuídas 1 milhão e 177 mil doses da vacina para todo o estado. “É importante que a população alvo não deixe de ser imunizada, pois a vacinação contra a gripe mostra-se como uma das medidas mais efetivas para a prevenção da influenza grave e de suas complicações”, disse Márcia.

Prevenção – A transmissão do vírus influenza acontece por meio do contato com secreções das vias respiratórias, eliminadas pela pessoa contaminada ao falar, tossir ou espirrar. Ocorre também por meio das mãos e objetos contaminados, quando entram em contato com mucosas (boca, olhos, nariz). Em caso de síndrome gripal, deve-se procurar um serviço de saúde o mais rápido possível.

“A vacina contra a gripe não é capaz de eliminar a doença ou impedir a circulação do vírus, por isso, as medidas de prevenção são muito importantes, particularmente durante o período de maior circulação viral, entre os meses de junho e agosto”, orienta a chefe do Núcleo de Imunização da SES, Isiane Queiroga.

É importante lembrar que mesmo as pessoas vacinadas, ao apresentarem os sintomas da gripe, especialmente se são integrantes de grupos mais vulneráveis às complicações, devem procurar imediatamente o médico. Os sintomas da gripe são: febre, tosse ou dor na garganta, além de outros, como dor de cabeça, dor muscular e nas articulações.

Já o agravamento pode ser identificado por falta de ar, febre por mais de três dias, piora de sintomas gastrointestinais, dor muscular intensa e prostração. A vacina é contra-indicada para pessoas com história de reação anafilática prévia em doses anteriores ou para pessoas que tenham alergia grave relacionada ao ovo de galinha e seus derivados.


Click PB

sexta-feira, 14 de abril de 2017

Comerciante mantém a tradição e amplia a distribuição de peixes na Semana Santa em Cacimbas PB


O comerciante Paulo Araújo Leite (Paulinho) e agora Vereador, contou com o apoio dos amigos: Léo Terto, assim como de Marcílio e Genílson Terto, que juntos compraram cerca de 800 kg de peixes da espécie tilápia para serem distribuídos em Cacimbas cidade do interior da Paraíba na manhã dessa sexta feira santa dia 14/04. A prática que teve início a mais de dez anos, cresce a cada etapa, aumentando o número de pessoas beneficiadas com o pescado.

Com o produto escasso no comércio, por conta da grande procura e diante das estiagens na região, os preços tendem a aumentar significativamente, dificultando o consumo de um dos pratos principais dessa época de jejum e oração. Preocupados em manter a tradição religiosa, os idealizadores supracitados se mobilizaram e viajaram mais de 100 km de distância com um dia de antecedência a procura dos peixes, alimento sagrado para os religiosos.

Uma senhora vinda de Campina Grande visitar parentes que moram ao lado da casa de Paulinho, se disse emocionada com a ação de solidariedade, ela relatou que no Bairro onde mora com a família nunca viu algo parecido. Na ocasião, a mulher fez questão de registrar o momento por meio de fotos e vídeos para levar de lembrança a sua cidade. A ação que parece simples, pode se tornar grandiosa e capaz de fazer a diferença na vida de muitas pessoas.

Outra dona de casa avaliou a atitude do grupo como importante para reforçar o compromisso de solidariedade com o próximo num período apropriado para se fazer o bem independentemente de qualquer condição. Ela também relatou que teve dificuldades para comprar peixes no mercado pela falta do produto e pelo alto valor, mas como sabia que Paulinho e os amigos iriam distribuir peixes no dia seguinte, ela ficou mais tranquila, pois sabia que seria lembrada.

Para uns, a ação pode até parecer simples, mas para outros, se torna algo diferenciado, principalmente numa casa com cinco pessoas, por exemplo, que consumem peixes na quinta e sexta feira santa, sendo necessários uns quatro quilos de peixes, o equivalente a R$ 52,00 cinquenta e dois reais em média. Com a lei da oferta e da procura, é natural que os preços aumentem significativamente, dificultando a vida dos consumidores.

Paulinho iniciou a campanha a mais de dez anos distribuindo 20 kg de peixes para seus clientes, de lá pra cá, o movimento ganhou força e só vem aumentando, agora a intenção dele é chegar aos 1000 kg do pescado nos próximos anos. Para se ter uma ideia, nessa sexta feira bem antes das seis horas da manhã, as pessoas já aguardavam em frente à casa do comerciante para receberem suas encomendas.


Os responsáveis pelo projeto defendem que outras pessoas se juntem a eles para somar e assim poderem levar cada vez mais assistências a toda população do município, ao mesmo tempo os idealizadores desejam a todos uma feliz semana santa de amor, paz, saúde, reflexões com uma pascoa abençoada com grandes realizações.








                                                                                               Redação